Páginas

quarta-feira, 29 de junho de 2011

AO MESTRE COM CARINHO - POR QUE NÃO APOIAMOS OS PROFESSORES COMO FIZEMOS COM OS BOMBEIROS?



Recebi um e-mail com o seguinte questionamento:
POR QUE NÃO APOIAMOS OS PROFESSORES COMO FIZEMOS COM OS BOMBEIROS?

No momento que li esse questionamento fiquei envergonhada! Pois, usufruindo da minha cidadania realmente colaborei rapidamente, e espontaneamente, com algum apoio aos bombeiros. Já quando li sobre os professores estarem pedindo socorro (...) bem, verdade seja dita, apenas li e segui em frente sem dá o devido merecimento ao assunto.
Deixo aqui minhas sinceras desculpas aos meus amigos PROFESSORES do estado do Rio de Janeiro. Realmente fiquei envergonhada! Fiquei envergonhada por refletir sobre mim mesma e perceber que se não fossem os PROFESSORES que tive a boa sorte de ter na vida... (meu pai do céu) não dá nem para imaginar o meu prejuízo. O mesmo se deu com a vida das minhas filhas, ou seja, se não fossem os PROFESSORES que passaram, e ainda passam, pela vida delas, que contribuíram, e ainda contribuem, para o crescimento que vejo cada vez mais vindo para a vida delas, também não dá nem para imaginar o prejuízo que elas teriam na vida.
Pois bem, caros PROFESSORES existe uma mensagem do Pe. Fábio de Melo muito interessante que menciona um Rio existente na China – A história do Rio Amarelo. Algo assim pode não ser uma ajuda espetacular, mas tem muito carinho na intenção.

“...
Fiquei sabendo que na China há um rio chamado Rio Amarelo que morre antes de chegar ao mar...

Fiquei pensando que há pessoas que insistem em fazer o mesmo.

Não permita que sua história seja semelhante à desse rio...

Lute para chegar, lute para alcançar...

Já dizia o poeta catarinense, Lindolfo Bel: "Menor que meu sonho não posso ser!"

Assim seja...

Assim façamos.” Pe. Fábio de Melo

Veio-me em mente essa mensagem ao buscar o vídeo AO MESTRE COM CARINHO (que faz parte da minha lista de preferidos) para deixar nessa publicação. Esse filme apresenta exatamente o sentido de como não ser um rio a morrer antes de chegar no mar. Pois, afinal de contas, é preciso carregar na alma a certeza de que a esperança transforma, a coragem transforma, o amor transforma. ;)

Enfim, eu VOTEI NO GOVERNADOR SÉRGIO CABRAL. Sendo assim, posso não ser professora, mas (graças a Deus) já fui aluna e hoje tenho filhas que são alunas, então como cidadã do estado do Rio de Janeiro estou aqui exercendo o meu DIREITO de reivindicar junto a vocês, PROFESSORES do estado do Rio de Janeiro, melhorias salariais.

Que Deus os abençoe!

sábado, 11 de junho de 2011

DESEJOS, VALORES E IDEAIS - dilemas da vida moderna

Numa conversa entre amigos, falávamos sobre os valores morais tão distorcidos na vida contemporânea! A sensação que temos é que tudo que era considerado errado no passado virou moda e motivo para ser admirado pela sociedade no presente.
Antigamente ser primeiro aluno da classe era sinal de prestígio e inteligência, hoje eles são chamados de NERDS. Ser honesto era honroso, hoje ser esperto é que é legal!

Amor, fidelidade, projetos para uma vida inteira eram os planos de quem queria se casar e construir uma vida ao lado de alguém. Hoje o prazer sexual preconiza o início de um relacionamento, seja ele descartável ou não. Como dizem os jovens: “A FILA ANDA”! Parece que ninguém quer dividir nada, as pessoas só se juntam se puderem somar.

Falávamos também da propaganda enganosa, da ditadura da beleza, da cultura que troca o ser pelo ter, da arrogância e despreparo de alguns novos poderosos e novos ricos muito afetados pelo excesso de deslumbramento nesse mundo ainda tão desconhecido. O chato é ter que conviver com a arrogância e falta de respeito à hierarquia de valores que são os alicerces da construção de uma pessoa.

Também pudemos observar perplexos, a atitude irresponsável de alguns profissionais que se apropriam indevidamente do espaço que lhes é dado na mídia para executar sua vingança pessoal denegrindo e difamando pessoas. E o pior, uma vingança impulsiva, infundada, imaginária, que nem se deu o trabalho de comprovar a veracidade dos fatos. Mas fazer o quê? O tempo se incumbirá de revelar a verdade e ela sempre chega, cedo ou tarde.

Estamos presenciando muitas mudanças de paradigmas e uma delas é percebida claramente na forma de condução dos Governos. Investem-se altas quantias em propaganda, muitas vezes para maquiar a falta de seriedade e incompetência administrativas. O importante nessas situações não é o que acontece na realidade, mas sim, a imagem que é passada. Como prega a sabedoria popular: “a mentira infinitamente repetida, torna-se verdade.”

Vemos na mídia governos fantásticos promovendo milagres e feitos espetaculares em tempo recorde, mas o que se constata é a miséria e a violência proliferando.
A falta de políticas públicas mais humanizadas nos deixa à mercê de um mundo frio, oportunista e impessoal.

Vivemos numa época que as pessoas amedrontadas e fragilizadas, parecem se fechar mais a cada dia. As trocas afetivas diminuíram e o distanciamento entre elas aumentou.

Ninguém se importa com o que ou quem você é, mas sim com o que você tem e quem você mostra ser.
Assim os indivíduos, cada vez mais rotulados e despersonalizados se APEGAM A VENDER SUAS IMAGENS de bem-sucedidos, ricos, vencedores e possuidores de uma felicidade tão permanente que nenhum PROZAC conseguiria dar conta. Falando nisso... Já notaram que a tristeza, um sentimento tão natural quanto a alegria, parece ter sido retirada do vocabulário? Ninguém mais pode se dar o direito de vivenciá-la que logo será rotulado como depressivo. Temos sempre que refletir a imagem da felicidade!

Mas sempre chega a hora de se olhar no espelho e se confrontar consigo mesmo perguntando: - Quem sou eu? - O que eu realmente penso, quero e sinto? - Eu sou eu mesmo ou aquele personagem que criei para a sociedade?
Questionamento como esse fica tão difícil de ser encarado, que só mesmo apelando para o álcool e a droga no intuito de se anestesiar a dor de se sentir um equívoco de si mesmo. E isso é lamentável!

Até responder um cumprimento mais banal ficou complicado. Quando perguntam se está tudo bem, temos que responder, automaticamente, como mera formalidade, pois na verdade, se você desejar manifestar alguma insatisfação, dor ou descontentamento, logo, logo encontrará pessoas cheias de compromisso e com muita pressa. Mas, certamente encontrará, com tempo de sobra, quem deseje ouvir suas histórias acerca do belo cruzeiro pelo Caribe ou das muitas compras em NOVA YORK. Afinal, todos precisam de um escape, algo para fazer sonhar, ou mesmo rir.

Ninguém quer ouvir problemas porque os seus já são difíceis demais de carregar e resolver. Se quiser um ouvido atento prepare-se para pagar um analista. Tudo que precisamos temos que pagar o preço concreto e emocional.

A ditadura da beleza, determina que as quarentonas e cinquentonas precisam ser louras, magras, saradas e manter a juventude dos 20 anos mesmo que descaracterizem seus traços com botox e outras técnicas as marcas em seu rosto que contam a sua história.
Quem aguenta tanta pressão?!
Acompanhar a vida moderna não é fácil!
Já percebo uma reação em algumas jovens desejando aquele tempo em que a mulher podia ser mãe e esposa e se sentir bem com isso sem precisar ser inteligente, brilhante, poderosa, linda, magra, sarada e bem-sucedida. Será que não podemos escolher o que queremos ser? Temos que comprar o pacote completo?

E nessa luta frenética que vivemos na ânsia de atender a tantas expectativas e representar tantos papéis, o tempo é sempre insuficiente. E pasmem... esse tempo não tem volta! Um dia tudo se vai: o sucesso, as fotos na coluna social, o corpo escultural, o PHD e a gorda conta bancária. Nada disso pode preencher o vazio da falta de amigos, do amor do marido e dos filhos, da convicção de ter lutado pelos nossos ideais, da felicidade de acolher os netos chegando para alegrar nossas vidas, nos consolando das perdas dos pais que partiram e nos mostrando, que A VIDA TEM QUE CONTINUAR, acima de tudo e apesar de tudo!

Precisamos mesmo estar atentos ao encaminhamento que damos à nossa vida, não nos omitindo das nossas responsabilidades pessoais e sociais, mas nos dando o direito de lutar pela nossa felicidade que pode significar simplesmente GOSTAR DO QUE VOCÊ TEM E AMAR SER QUEM VOCÊ É!

Por Claudete Machado Cerqueira.

Publicado na Estilo Off de junho2011

*Extraído do blog: Claudete com você



quinta-feira, 2 de junho de 2011

Possível fusão de partidos político.

No acordo construído neste sábado (28) para apaziguar a rivalidade interna entre Aécio Neves e José Serra, foi definido que o candidato derrotado ao Palácio do Planalto em 2010 presidirá um conselho político fortalecido, onde serão estudadas alianças do PSDB e uma possível fusão com outras legendas oposicionistas, como o DEM e o PPS, depois das eleições municipais do ano que vem.

*Sequência sobre esse assunto clique AQUI

Pois bem. Qual o motivo de deixar esse assunto aqui?

Simples a resposta: por não ser uma fusão qualquer.

Ou seja, essa fusão (acontecendo) é nada mais, nada menos, do que uma fusão do antigo partido ARENA (partido militar na ditadura): que criou o PDS, PFL, e o atual ‘mencionado DEM’, com o partido comunista PCB: que criou o PC do B, e o atual ‘mencionado PPS’.

Da minha parte, caro leitor, carrego o conceito, criado por mim mesma, de que tudo nessa vida passa e vira história pra contar. Mas, que essa possível fusão entre DEM e PPS está estranha demais (...) lá isso está!

Enfim, o que poderemos esperar dela, já que há anos atrás seria inimaginável uma ALIANÇA entre a Arena e o PCB?

*Se estiver errada, por favor, é só me corrigir.

segunda-feira, 23 de maio de 2011

Onde fazer tatuagem em Itaperuna


Eu queria ter coragem para fazer uma tatuagem (e no meu caso até AMIGA PROFISSIONAL tenho), mas não tenho! :0
Agora, para quem tem, e está cheio de vontade de fazer, pode ir ao Centro Estético Rosânia Vargas, pois minha amiga é uma ferinha! :):)

Veja nesse vídeo um pouco dos trabalhos dela.

domingo, 22 de maio de 2011

sábado, 21 de maio de 2011

A mulher mais velha do mundo... é flamenguista :):)



Quantas surpresas agradáveis essa vida nos proporciona; e, eu acabo de receber uma - dona Quita, a mulher mais velha do mundo, além de morar numa cidade não muito distante da que eu moro, é torcedora do flamengo. Adorei! :)

Nesse caso, bem que o flamengo podia fazer a graça de ganhar o campeonato brasileiro de 2011 e oferecer a vitória para a Dona Quita – ela é mais do que merecedora.

O brasileirão começou... Vamos lá mengão... ;)

Saudações Rubro-Negra

Leia a matéria sobre a dona Quita clicando AQUI.