Páginas

domingo, 30 de agosto de 2009

Gabriel Buchmann

Existem pessoas que, ao correr da vida, acabam trilhando caminhos, de tal forma, que as fazem deixar de estar apenas no sentido tradicional do que é uma família/de sangue: pai, mãe, irmãos, tios etc. Essas pessoas vão além, ou seja, tornam-se membros de várias outras famílias.

Sem conhecimento da pessoa, em si, deixo sincera condolência... por alguém que eu teria orgulho de chamar um irmão.

Esporte Espetacular refaz trilha do Monte Mulanje, onde morreu Gabriel Buchmann.
Matéria completa, feita pelos repórteres Thiago Asmar e Clayton Conservani no Malauí, na África. Clique
AQUI




2 comentários:

Anônimo disse...

Mas por que , muitas vezes, o homem desfia a natureza,e não acretida em sua força. Poe que Gabriel não voltou com o grupo que estava retornando e o avisou da reviravolta que o tempo daria? Pergunta difíceis de serem respondidas né?
Abraços, Larry.

Angeline disse...

Justamente, Larry! São essas perguntas inquietantes que nos fazem perceber o qto é importante respeitar os nossos limites, não é?
Legal, Sandra, vc trazer esse caso á tona.