Páginas

terça-feira, 13 de outubro de 2009

Ubu, em Anchieta-Espírito Santo

Já faz um bom tempo que visito praias no litoral do Espírito Santo. Mas somente agora ao conhecer Ubu fui “despertada” para a importância histórica (cultural) que valoriza aquela região.
Assim, sendo, a partir de agora, cada nova visita que for fazer, guardarei muito mais do que os olhos puderem ver (...) guardarei, também, o significado de cada lugar.

*UBU
Uma pequena aldeia de pescadores, com praia de águas mansas, pertencente ao município de Anchieta, litoral do Espírito Santo.
Por se encontrar no litoral, vista foi pelos navegadores portugueses ao descobrirem esse paraíso natural denominado, posteriormente, Brasil.

Assim, Ubu, também, tornou-se parte das terras a passar pelo início da colonização, recebendo como primeira visita Américo Vespucci, em 10 de fevereiro de 1502.

Outro que marcou sua presença, no início da colonização foi Cristóvão Jaques, almirante da armada real de D. João III, o qual combateu tenazmente o tráfico de pau-de-tinta (pau-brasil), ganhando por esse feito o título de herói anchietense. Sua presença se fez por dois períodos iniciados em 1516 e 1526.
* Como se pode perceber através da foto, abaixo, a maresia vem deteriorando o monumento.

Um detalhe interessante desse lugar é o nome – Ubu -, que acabou sendo denominado assim quando o Pe. Anchieta ali passou pela última vez. Carregado por uma multidão de cerca de três mil índios, seu esquife tombou, o que fez os índios exclamarem “Aba Ubu” – O padre caiu.
E por esse pedacinho de chão, tão encantador, ter recebido os passos do Pe. Anchieta, se tornou parte do caminho percorrido por milhares de fiéis, cujo roteiro está entre os 4 mais procurados do mundo.

Como a existência indígena era grande naquele pedaço de terra, é referenciada, também em Ubu, a legendária deusa cacique "Mãe Bá" – grande mãe da lagoa, matriarca de memória perdida no tempo, fonte revitalizante da etnia morena, indígena, enfim, pro mater dos pescadores de toda aquela antiqüíssima região entre Rerigtiba e Guarapari.



Enfim, Ubu, além de fazer parte da História nacional, é um lugar pequenino que inspira a lembrança de um paraíso, pois mesmo não acontecendo o roteiro (os passos do Pe. Anchieta) dá para sentir o significado da jornada que oferece a descoberta de um novo caminho, o caminho do coração.

Espero que tenha sido satisfatório passear por Ubu, através do meu olhar.
Até a próxima, se Deus quiser.
Paz e bem!
fontes:
Inspiração própria;
Informações contidas nos monumentos existentes em Ubu;
Site www.abapa.org.br *Os passos de Anchieta

3 comentários:

Beth Vitória disse...

Sandra... Suas jornadas... cada vez mais lindas! Amo o litoral! Pude passear e conhecer um pouco das belezas de Ubu através de seu blog.

Abraços.

carlos andre disse...

Parabéns amiga! seu Blog tá sensacional, também gosto muiot de viagens embora me falte tempo $$$ rsrsr.

adriana disse...

Adorei o local a proxima viagem que farei sera para este paraiso.E muito lindo mesmo!
Parabens pelo blog,com ele pude descobrir mais um lugar.
Um abraço