Páginas

sábado, 23 de outubro de 2010

A abóbora, o Barnabé, e mais...

Ao fotografar essas abóboras lembrei-me de um hábito que tinha quando criança: ouvir muito os discos de vinil do Barnabé, que pertenciam ao meu saudoso avô.
Lembro-me que dentre inúmeras preciosidades humorísticas deixadas por Barnabé, se encontra a estória da abóbora.

A estória dizia (mais ou menos) assim:
Certa vez o compadre do Barnabé foi visitá-lo, e depois de longas prosas foi-se servido o almoço.
Lá estava o compadre do Barnabé sendo servido: com suco de abóbora, sopa de abóbora, abóbora cozida, enfim, tudo o que vinha de comida era com abóbora.
Quando vem o momento da sobremesa, e o compadre do Barnabé vê chegando doce de abóbora, não resiste e fala:
- Ô cumpadre, vóis me cê me descuRpa o que vou falar, mas é que só comi aqui na sua casa abóbora... e fique ocê sabendo que abóbora na minha casa eu dou é pros porcos.
Aí o cumpadre Barnabé responde:
- Ô cumpadre, na minha casa também.
**

Pois bem, eu, quando criança, me acabava de tanto rir com o humor do Barnabé. Nossa! Ouvi muitas, e muitas vezes, minha mãe dizendo: “Sandra, você vai ouvir esse disco de novo”? Isso, pela questão que era só ela descuidar de mim que lá estava eu colocando o disco de vinil (ou LP) pra rodar.
Sendo sincera, assumo que até hoje posso ouvir as mesmas piadas, e o efeito é como se estivesse ouvindo pela primeira vez.
É isso aí... Barnabé foi dotado de uma sutileza humorística espetacular, que, com certeza, o tornou inesquecível para quem teve oportunidade de conhecer o trabalho dele.

Agora, eis uma questão em relação a essa nossa atualidade a qual não consigo alcançar compreensão.
Hoje o que sei existir é, MUITO, o humor sátira.
*Sátira: composição poética destinada a criticar ou ridicularizar vícios ou defeitos.
Então, tendo em vista que esse, assim, é o humor atual que chega para nossas crianças e adolescentes, e tendo em vista que chega transmitindo ser muito natural...
Será que nossas crianças, e adolescentes, não estejam entendendo que tal naturalidade existente pode muito bem ser levada para o convívio com os amiguinhos?
Ou seja, eles veem algo como sendo naturalmente aceito pelos adultos (humor sátira), e quando feito por eles (...) olha o "bullying" aí gente.
Eita os aduRto heim?!?!?!


Um comentário:

Anônimo disse...

OBRIGADO POR VALORIZAR NOSSO TRABALHO ENTRE NO www.caipirabarnabe.com.br

deus te abençoe sempre..

BARNABÉ...