Páginas

segunda-feira, 1 de novembro de 2010

[também] Fui enganada por godero.

Um casalzinho de pássaros da espécime sanhaço fez um ninho na varanda na minha casa.
Busquei fotografar os filhotinhos, em alguns momentos (respeitosamente), pra guardar de lembrança.
O sanhaço (que me refiro) possui uma penugem com a tonalidade azulada (é o da foto acima). Só que ao estar fotografando os filhotinhos, que seguiam crescendo, o que via era uma penugem negra. Estranhei! Mas, como meu conhecimento em relação a pássaros é restrito em apenas conhecer uma espécime ou outra (não identifico minúcias), a estranheza aconteceu, mas mesmo assim segui “acreditando” estar fotografando filhotinhos de sanhaço. Ou seja, acreditava que a penugem negra nada mais era que a natureza “no filhote”; e, que ao crescer a penugem “original” da espécime apareceria.
Eis que os filhotinhos criaram asas e voaram... Só que um voou para dentro do meu quarto, então pude vê-lo de pertinho, e não mais como aquele filhotinho tão pequeninho que estava desenvolvendo dentro do ninho.
Pois bem, descobri que os filhotinhos que segui “acreditando” serem do casalzinho de sanhaço (exatamente o casalzinho que vinha TODOS OS DIAS tratar os filhotinhos) eram na verdade filhotes da espécime de pássaros godero (também conhecido por outros nomes).
É isso aí... quem sabe o que o godero apronta covardemente (...) já sabe o que ele fez. Só que nesse caso não foi apenas o casalzinho, de sanhaço, enganado... eu também fui.
Já para quem não sabe, é simples: o godero é um pássaro que não cuida dos seus próprios ovos. E para que os seus ovos sejam cuidados ele dá fim nos ovinhos de outros pássaros, deixando no ninho os seus próprios; assim acreditando estar cuidando dos seus, os pássaros “enganados” chocam, e ao nascerem os filhotinhos vem TODOS OS DIAS CUIDAR.
Aliás, cuidam com tanto carinho (acreditando serem seus mesmo), que o filhotinho que criou asas e voou para dentro do meu quarto, acabou depois voando para uma árvore em frente a minha casa, assim fiquei observando o casalzinho de sanhaço ir atrás pra cuidar do filhotinho (do godero), que ainda não se encontra preparado para seguir por si próprio.
Concluindo: já faz alguns dias que publiquei na internet fotografias informando "filhote de sanhaço".
Errei ao publicar essas fotografias como sendo de filhote de sanhaço. A realidade é que os filhotes são de godero.







3 comentários:

João Bosco disse...

O Sanhaço olha pra companheira "Sanhaça", muito desconfiado e pergunta; -Você jura que estes filhos são meus???
- Amor, eu juro que não fiz nada de errado...

sandra valeriote disse...

:):):):):)

Você me fez lembrar agora de algo que dizem os avós:
"filhos das minhas filhAs, meus netos sei que são. Filhos dos meus filhOs, meus netos serão?"

Mas, o trágico nessa estória foi "EU" ter sido enganada por "passarinho".
Cruz-credo!...Ninguém merece!

Arnóbio Júnior disse...

O pior é que agente sabe que existem os "goderos" e os "sanhaços" por esta vida afora. rs
E elas ainda dizem: "dizem" que o meu tartaravô era bem "escurinho"
kkkkkkkkk