Páginas

sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

Fim de um ano... começar de outro... E o MUNDO? O MUNDO É TÃO BONITO!!

Alguns no decorrer da vida se encontram com o bom valor que é “olhar” para além do seu próprio eu, e acabam conseguindo assim vislumbrar uma beleza da vida que faz uma espetacular diferença.

José Saramago, ao se referir sobre um momento vivido com a avó, nos deixou o registro mostrando um encontro assim:

“...Outra coisa não poderia significar que, estando ela sentada, uma noite, à porta da sua pobre casa, onde então vivia sozinha, a olhar as estrelas maiores e menores por cima da sua cabeça, tivesse dito estas palavras: "O mundo é tão bonito, e eu tenho tanta pena de morrer". Não disse medo de morrer, disse pena de morrer, como se a vida de pesado e contínuo trabalho que tinha sido a sua estivesse, naquele momento quase final, a receber a graça de uma suprema e derradeira despedida, a consolação da beleza revelada...”

Pois é, se aproxima o fim do ano de 2010, e esse ano já finaliza a revelação de todo seu caminho. Desse, praticamente, já sabemos quais foram suas marcas pra ficar para a História, e na estória – para a História do mundo, e na estória de cada um de nós.

Desse ano de 2010 já não resta, praticamente mesmo, mais nada para esperar, pois é chegado o seu final.

Só que o final de um ano nada mais é do que o começar de outro. Esse outro que será o ano de 2011. Um 2011 que se aproxima trazendo para a existência humana mais uma incógnita, que aos poucos irá sendo desvendada pelo caminho a seguir.

É isso aí... É mais um caminho que vai começar para todos nós; um caminho que ninguém é capaz de deduzir antecipadamente qual será as marcas que ele deixará para a História, e na estória – para História do mundo, e na estória de cada um de nós.

Mas, seja lá o que se encontra oculto pelo caminho que será esse ano de 2011, algo é certo... “O MUNDO SEMPRE FOI TÃO BONITO”... e continuará sendo sempre TÃO BONITO ... para que algo conseguisse sobrepor a essa beleza, teria que estar acima de Deus - e isso, sim, é impossível.

Paz e bem!

Nenhum comentário: